Em que pese o desequilíbrio da balança, cabe ao Poder Judiciário EQUILIBRÁ-LA.

Em diligência ao Conselho Nacional de Justiça, o Presidente do SINDOJUS, Edvaldo Lima, reuniu-se com alguns Conselheiros para expor as dificuldades enfrentadas pelos Oficiais de Justiça no Estado do Pará, bem como da importância da adoção de políticas eficientes pelo TJPA a fim de sanar os problemas enfrentados pela Categoria, no exercício da função. Lembrou aos Conselheiros que o bom andamento dos feitos processuais passam pelo mister do Oficial de Justiça e que os problemas estruturais do Judiciário atualmente são as maiores barreiras para o bom desempenho das atividades. Em Pedido de Providências junto ao CNJ, os principais pleitos foram: Revisão das punições com penas excessivas aplicadas pela Corregedoria da Região Metropolitana; Nomeação de Oficiais de Justiça, de todo o Cadastro de Reserva, com aproveitamento e distribuição de acordo com a necessidade das Comarcas; Aquisição de veículos para realização de diligências como condução coercitiva e plantões; Aplicação da Resolução 153 do CNJ; Inclusão dos Oficiais de Justiça no Sistema Nacional de Segurança do Poder Judiciário. Outras ações foram realizadas durante a visita.

Este post 0 comentários

Deixe uma resposta