Sindojus/MT defende nível superior para valorizar Oficiais de Justiça

Representantes do Sindicato dos Oficiais de Justiça de Mato Grosso (Sindojus/MT) defendem a implantação do nível superior para a categoria. As negociações com o presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Orlando Perri, começaram em 12 de março deste ano, 12 dias após a posse do magistrado na Presidência.

A iniciativa foi tomada em conjunto com o presidente da Federação dos Oficiais de Justiça do Brasil, João Batista, na apresentação do projeto De Valorização da Categoria dos Oficiais de Justiça.“Cabe ressaltar que, na esfera da Justiça Federal e em 21 Estados da Federação, o nível superior para o cargo já foi implantado. E aqui em Mato Grosso não vai ser diferente, pois, o Comitê Gestor já está como exigência o nível superior, é questão de tempo, pois não há obstáculo jurídico”, destaca o presidente do Sindojus/MT, Eder Gomes de Moura.

Representante de aproximadamente 650 profissionais no Estado, ele lembra a resolução número 48/2007 do Conselho Nacional de Justiça que exigia o nível superior, mas que acabou revogada pelo pleno do CNJ.“Este projeto prevê benefícios para todos os Oficiais de Justiça em exercício, bem como os aposentados, é fundamental para a luta por melhor remuneração. Trata-se de uma prioridade do sindicato”, reforça o presidente do Sindojus/MT.

Fonte: SINDOJUS/MT

Este post 0 comentários

Deixe uma resposta