MARANHÃO: Sindjus/MA ganha direito de indicar chefe da Central de Mandados e causa polêmica com juízes

Jesus Guanaré desiste da direção do Fórum, após Sindjus ganhar a “prerrogativa de nomear” o novo chefe da Central de Mandados

dir for maOs juízes do Fórum Desembargador Sarney Costa entraram em rota de colisão com a corregedora eleita do Tribunal de Justiça, desembargadora Nelma Sarney, por conta de um episódio aparentemente secundário, mas que levou o futuro diretor do Fórum, juiz Jesus Guanaré, a renunciar, antes mesmo de assumir o cargo (leia aqui).

Jesus Guanaré renunciou na última terça-feira, após a desembargadora aceitar que a direção do Sindicato dos Servidores do Judiciário do Maranhão (Sindjus/MA) indique o novo chefe da Central de Mandados. O acordo com o presidente do Sindjus, Aníbal foi feito sem conhecimento do magistrado.

O cargo de coordenador da Central de Mandados é subordinado à Diretoria do Fórum. Jesus Guanaré reivindicava apenas o direito de ser ouvido no processo de escolha.

A renúncia de Guanaré, até então mantida em sigilo, causou forte descontentamento entre os magistrados, porque eles se sentiram inferiorizados em relação a direção do Sindjus.

O novo diretor do Fórum Sarney Costa ainda não foi anunciado, mas os juízes querem que ao escolhido seja devolvida a prerrogativa de indicar os dirigentes da Central de Mandados. Eles entendem que o sindicato dos servidores saiu fortalecido desse episódio, e caso a situação atual se mantenha, o Sindjus vai dar as cartas na CENMAN, quebrando a hierarquia funcional em relação à Diretoria do Fórum.

DESAVISO: Circula um abaixo-assinado por 63 oficiais de justiça (de um quantitativo de 78) e 15 Magistrados solicitando que se mantenha na Central de Mandados a mesma equipe ou que fosse efetuado uma eleição para a chefia. A desembargadora Nelma Sarney bem que podia atender a segunda opção.

InfoJus BRASIL: Com informações do blog do Etevaldo

Este post 0 comentários

Deixe uma resposta